O que estou fazendo na África

Antes, eu achava que dava para entender o mundo inteiro só com o cérebro e com as palavras. Agora, acho que dá para entender muito do mundo com o cérebro e com as palavras, mas nem tudo. Agora, acho que há coisas que não existem em forma de palavras, pois são feitas de outra matéria. Agora, acho também que há encontros e compromissos que já estão marcados na nossa vida e, quanto mais a gente foge, mais a gente se aproxima deles.

Em 2005, peguei um avião e fui parar na África sozinha, lá em Angola. Fotografei, viajei, conheci, conversei, aprendi, sorri, sofri, fui jornalista da maneira mais sincera possível.

Em 2008, retorno para Angola, num outro momento da vida. Estou tendo que deixar para trás, ainda que temporariamente, coisas muito importantes. Mas sei que esse é meu caminho. E não é só minha cabeça que diz.

 

Tags:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: