Sempre a mesma pergunta

De cada dez pessoas que eu encontrei nos últimos dias, mais ou menos onze ou doze me fizeram a mesma pergunta: ju, por que você gosta tanto dessa tal de África?

Vou contar três historinhas bobinhas sobre as relações humanas pra tentar explicar um pouquinho as coisas. Mas não estou bem certa se alguém vai achar graça ou entender a importância delas. Mas pra mim elas fazem sentido…. Bom, eu tentei.

1) Uma noite estava doente e não havia água para beber em casa. Dois dos meus roomates saíram pra rua atrás de uma vendinha ou uma janela aberta. Janela são casas que vendem bebidas pra fazer uns trocos extras. Não encontraram nada. Encontram apenas um homem a andar na rua e perguntaram se ele sabia onde encontrar água mineral. Ele disse: sigam-me. Por uns 10 minutos, eles seguiram o tal homem, que foi parar na casa dele, os fez entrar, e lhes entregou duas garrafas de água mineral. Eles quiseram pagar, mas o tal homem não aceitou, quase se ofendeu até. Ele disse que água não se nega a ninguém, levou os roomates para a saída e lhes desejou boa noite.

2) Meu amigo Kota 50 vira e mexe vem da rua e me traz uma manga de presente só porque ele sabe que eu gosto. Toda vez eu fico comovida. Acho que é porque eu vivi tempo demais numa cidade de pessoas apressadas demais com as coisas grandes da vida e acabei me desacostumando com coisas simples como essas, que são as que realmente importam.

3) Meu amigo Kota foi pra Tuga, lá na Europa, e telefonou só para dizer que chegou bem e que estava com saudade. Meu amigo P. tb foi pra Tuga e telefonou lá de longe só pra nos desejar feliz ano novo. Me amigo P, que é outro P, nos conheceu num dia e nesse mesmo dia já nos levou para a festa do seu concunhado, onde fomos tão bem tratados que parecia que éramos os donos da festa. No dia seguinte, ele ligou apenas para saber se havíamos chegado bem em casa. Eu, que só estou acostumada a dar telefonemas para falar coisas úteis e objetivas, no começo não entendia muito bem esses telefonemas à toa, que servem apenas para lembrar que você tem um amigo do outro lado da linha.

Anúncios

Tags:

5 Respostas to “Sempre a mesma pergunta”

  1. manuel fernandes Says:

    a imencidao de africa junta as pessoas ….. palavra de angolano
    muito bom seu blog

  2. f. Says:

    pô ju, cê nem contou que tinha blog… já tá listado lá na Casa de Luanda. Bjs.

    • juborges Says:

      tks. fiz o link de volta. Fiquei triste que a casa será abandonada. Chego dia 25. Ainda estarão por aí?
      bjs

  3. Serena Says:

    Acho que as histórias explicam muito bem, Juju.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: