Tchau, Branquela D’Angola

branquelaPoxa, hj é o último dia da minha amigona Branquela D’Angola em Luanda. Ela explica muito lindamente suas razões de partir no seu derradeiro post.

A Branquela me apoiou muito e sempre, desde a minha chegada em Luanda. Era lá no quarto dela que eu ia chorar de saudade do marido, de angústia, de medo, de frio na barriga, de revertério, de qualquer coisa. E ela sempre me ouvia pacientemente e sempre falava coisas sábias e simples, que sempre estavam certas.

Depois que eu me acostumei melhor com a vida em Luanda e passei a achar tudo divertido, era no quarto dela que eu ia bater pra que ela deixasse seus livros e diários de lado pra ir pra praia, pro karaokê, pro Aldar comer fahitas, pro Elinga, pro Roque, pra casa de alguém, pra alguma festa, pra algum programa, pra tomar sorvete, pra ir pro mercado, pra ir pra qualquer lugar. Eu insistia tanto que muitas vezes eu acho que ela ia só pra eu parar de insistir. Aí geralmente acabava sendo bom, porque nossas andanças pela cidade sempre eram bem divertidas.

Só teve um dia que ela ficou brava mesmo comigo. Foi quando saímos do karaoke e fomos direto pro Kings, um bar-balada-sinuca. A Branquela bem que avisou que não queria ir, mas não demos ouvidos e a levamos mesmo assim. Bad idea. Ela ficou furiosa, com aquela cara de brava que mete medo em todos. Esse dia aprendi bastante sobre a Branquela. No dia seguinte eu pedi mil desculpas e disse que não faria mais. Deu tudo certo. Ufa.

Bom,  a Branquela está de partida e eu nem estou lá pra acalmar o nervosismo dela igual ela acalmou o meu antes das minhas férias. Mas pelo menos vou tentar retribuir fazendo uma recepção no aeroporto de Congonhas. Vou recebê-la com um abraço beeeeem apertado, desses de amiga mesmo.

Tags: ,

3 Respostas to “Tchau, Branquela D’Angola”

  1. Mayra Branquela Says:

    Nhem, assim eu choro. =)
    Foi muito, muito, muito bom te reencontrar em Africa, Ju.
    E pode ter certeza de que ficarei por aqui. Agora e depois, sempre que você precisar…

  2. keinteressa Says:

    Vão embora mesmo seus pulas.Não vão a bemn tem de ir mesmo a mal, ganham o kumbu aqui senão morriam de fome e ainda falam mal de Angola.Estamos mesmo a ser vigilantes nos vossos blogs.PQP

    • juborges Says:

      Triste que vc pensa assim, sr anônimo. Basta ler as coisas com um pouquinho mais de atenção para ver quem nem todos os pulas estão somente interessados em ganhar seu kumbu e bazar de Angola.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: