Ni hau

chines

Estou achando a China o lugar mais legal do mundo.

Tenho uma grande amiga pra ficar fofocando o dia inteiro. Não tenho pressa para nada. Nem obrigação nenhuma. Não tem Rede Globo ligada na casa e nem estão construindo uma pizzaria no quintal. Tenho um quarto só para mim que pode ficar destrancado. Tem alho poró, salsão, cogumelos de todos os tipos, brócolis, couve flor, pepino, pimenta fresquinha e todos os legumes que eu quiser. Tem camarão e peixe vivo no mercado — você compra e eles ficam pulando dentro do saco, coitados. E tudo custa baratinho. Tudo do lado de fora do apartamento é engraçado, de tão desconhecido que é. O apelido do dinheiro é rimbinbin. Eu pareço atração de circo de tanto que as pessoas olham e tiram foto e dão risada. Eu entro no supermercado e não consigo entender se uma garrafa é suco ou cerveja ou vinagre.

E o que é melhor: ninguém, absolutamente ninguém, entende nada do que eu falo. Assim, eu nunca vou precisar explicar nada sobre a minha vida para ninguém. Até porque isso atualmente não é possível, nem em português, nem em inglês, nem em mandarim.

Tags: , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: