Os protestos em Bangkok que eu vi sem querer

Fui parar meio que sem querer na Tailandia. Queria encontrar minha irma que mora na Australia em algum pais da Asia e a pasasgem para Bangkok era barata para as duas. Fui parar totalmente sem querer no ano novo tailandes, que aqui dura tres dias e comecou ontem, dia 13/4, quando as pessoas todas vao para a rua e passam o dia e a noite festejando e jogando baldes ou garragas ou copos ou arminhas de agua nas outras pessoas e passando um barro nas caras e nas roupas das outras.  No meio do ano novo tailandes, fui  parar mais totalmente sem querer ainda no meio de uns protestos para tentar derrubar o premier Abhisit Vejjajiva. (para saber o que esta acontecendo na tailandia clique aqui.)

Tudo aconteceu mais ou menos assim: com biquini por baixo da roupa e maquina fotografica pequenina dentro de um saco plastico, saimos para ver, conhecer, levar banhos de agua e lama e fotografar esse tal ano novo. Afinal, quem ta na Tailandia e pra se molhar. Pela primeira vez eu via tailandeses (e nao europeus) na rua e achava que tudo estava dentro de seu devido lugar.

Andavamos meio sem destino e ai comecamos a ver um monte de homens do exercito marchando por uma avenida que tinha uma das pistas fechadas. Eu, toda inocentemente, achei que era um desfile militar para comemorar o ano novo. Mas percebi quando nao era bem isso quandono ceu bem na minha frente apareceu uma fumacona bem preta e as pessoas na rua comecaram a correr na direcao oposta e a falar muito nervosamente coisas que eu obviamente nao entendi. Vi que as pessoas de vermelho (da Frente Unida por Democracia contra Ditadura, UDD) estavam queimando dois onibus numa praca e os militares estavam indo para cima. Os de vermelho revidavam e arrmessavam tudo o que e tipo de objetos para cima dos militares. Eu queria ir mais pra frente e minha irma queria ir mais pra tras.

Fomos um pouco mais pra frente e eu tentei perguntar para algumas pessoas o que estava acontecendo, mas elas todas me respondiam em tailandes. Ai encontrei um cara com cara de gringo, o unico por la alem de nos, e ele me explicou tudo. Ele era metade americano e metade tailandes e me contou tudo isso que a BBC ja contou pra vcs se vcs leram o link.

No dia anterior, os vermelhos da UDD ja haviam tomado a train station e as pessoas na rua comecaram a ficar meio apreensivas. Por causa do clima tenso, as festas tiveram que acabar mais cedo, as pessoas comecaram a voltar para casa tristes por essa confusao toda estar acotencendo bem num momento tao divertido e importante no calendario tailandes e os comerciantes ficaram bem nervosos porque essa confusao bem no meio do ano novo estava arruinando os seus lucros.

A noitinha, as fumacas negras dos onibus incendiados ainda estavam marcando o ceu laranja e quente. Quando a noite caiu, as carcacas do onibus estavam la sozinhas cheirando queimado naquela praca agora triste a vazia do centro de Bangkok.

Tags: , , , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: