O silêncio de Luanda

Não tem mais ninguém nessa casa linda de paredes de vidro, obras de arte, prateleiras brancas cheias de boas leituras, abajures nos lugares dos lustres que nessa altura são desnecessários porque no prédio chinês as obras não param e o refletor vira uma espécie de sol.

Só eu. E o silêncio. E é um silêncio bom, que vem de dentro da alma. Silêncio de quem se sente em casa, inteira, com um pouco de medo, é verdade, mas que sabe que agora não são mais duas vidas, uma de cada lado do atlântico. É só uma, que pode ir e vir nadando por esses oceanos enormes.

E chegar sem saber na véspera do pedido de casamento do chefe peixe à Graciete e só então descobrir um barrigão enorme de 8 meses lindo e precoce.

Tags: , , , , ,

Uma resposta to “O silêncio de Luanda”

  1. eliza Says:

    boa viagem sócia Ju…. pelos oceanos e pelas entranhas… aproveite-se!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: