Posts Tagged ‘ano novo’

Os protestos em Bangkok que eu vi sem querer

14/04/2009

Fui parar meio que sem querer na Tailandia. Queria encontrar minha irma que mora na Australia em algum pais da Asia e a pasasgem para Bangkok era barata para as duas. Fui parar totalmente sem querer no ano novo tailandes, que aqui dura tres dias e comecou ontem, dia 13/4, quando as pessoas todas vao para a rua e passam o dia e a noite festejando e jogando baldes ou garragas ou copos ou arminhas de agua nas outras pessoas e passando um barro nas caras e nas roupas das outras.  No meio do ano novo tailandes, fui  parar mais totalmente sem querer ainda no meio de uns protestos para tentar derrubar o premier Abhisit Vejjajiva. (para saber o que esta acontecendo na tailandia clique aqui.)

Tudo aconteceu mais ou menos assim: com biquini por baixo da roupa e maquina fotografica pequenina dentro de um saco plastico, saimos para ver, conhecer, levar banhos de agua e lama e fotografar esse tal ano novo. Afinal, quem ta na Tailandia e pra se molhar. Pela primeira vez eu via tailandeses (e nao europeus) na rua e achava que tudo estava dentro de seu devido lugar.

Andavamos meio sem destino e ai comecamos a ver um monte de homens do exercito marchando por uma avenida que tinha uma das pistas fechadas. Eu, toda inocentemente, achei que era um desfile militar para comemorar o ano novo. Mas percebi quando nao era bem isso quandono ceu bem na minha frente apareceu uma fumacona bem preta e as pessoas na rua comecaram a correr na direcao oposta e a falar muito nervosamente coisas que eu obviamente nao entendi. Vi que as pessoas de vermelho (da Frente Unida por Democracia contra Ditadura, UDD) estavam queimando dois onibus numa praca e os militares estavam indo para cima. Os de vermelho revidavam e arrmessavam tudo o que e tipo de objetos para cima dos militares. Eu queria ir mais pra frente e minha irma queria ir mais pra tras.

Fomos um pouco mais pra frente e eu tentei perguntar para algumas pessoas o que estava acontecendo, mas elas todas me respondiam em tailandes. Ai encontrei um cara com cara de gringo, o unico por la alem de nos, e ele me explicou tudo. Ele era metade americano e metade tailandes e me contou tudo isso que a BBC ja contou pra vcs se vcs leram o link.

No dia anterior, os vermelhos da UDD ja haviam tomado a train station e as pessoas na rua comecaram a ficar meio apreensivas. Por causa do clima tenso, as festas tiveram que acabar mais cedo, as pessoas comecaram a voltar para casa tristes por essa confusao toda estar acotencendo bem num momento tao divertido e importante no calendario tailandes e os comerciantes ficaram bem nervosos porque essa confusao bem no meio do ano novo estava arruinando os seus lucros.

A noitinha, as fumacas negras dos onibus incendiados ainda estavam marcando o ceu laranja e quente. Quando a noite caiu, as carcacas do onibus estavam la sozinhas cheirando queimado naquela praca agora triste a vazia do centro de Bangkok.

O segundo ano novo do ano

06/04/2009

Aterrisei em Bangkok sem saber direito que vai acabar o ano taildandes e comecar o proximo.  Sem querr, vim parar no periodo mais festeiro do pais. Eu tava mesmo precisando de um ano novo, pois nesse que comecou ja aconteceu tanta coisa que ja ta na hora de acabar.

Bangkok para minha irma, que vive na linda, loura e desenvolvida Perth, na Austrlia, foi um choque cultural. Para mim, que vim de Angola, Africa do Sul, Hong Kong e China, mudaram as letras do alfabetos e os cheiros das ruas, mas tudo parece familiar.

To a sentir saudade do meu computador, que ficou la na china. Agora tenho que blogar do cyber cafe, snif snif. Amanha vamos para praias paradisiacas no sul do pais e depois iremos para cambodja e vietnan. Ainda nao sabemos onde o ano vai virar. So sei que tirarei uns dias de ferias desses computadores de cyber caf e fofocarei por muitas e muitas horas com minha irma. see you later.

A água do rio Kwanza

04/01/2009

rio-kwanza

 

rio-kwanza2

rio-kwanza3

rio-kwanza4

rio-kwanza5