Posts Tagged ‘Johanesburgo’

Museu do Apartheid

29/01/2009

museu-apartheid2 museu-apartheid3

Nessa de ficar nervosa com a readaptação, de ter muito trabalho na redação e de perder horas e horas no aeroporto a procura da mala eu nem contei um programa ótimo que fiz nas minhas 4 hora em Johanesburgo. Peguei um taxi no aeroporto e fui visitar o Museu do Apartheid. Foi incrível e emocionante. Um dos museus mais lindos que eu já vi. Não valapena ficar de bla bla bla contando o que tem lá, pois obviamente o legal é mesmo ir visitar pessoralmente. A história da África do Sul é de fato muito impressionante. Uma das coisas que eu gostei do museu é que quando acaba tem um pátio com um jardinzão cheio de bancos e uma plaquinha te convida a tirar alguns minutos para repousar e refletir sobre todas essas coisas que o museu mostrou. Achei esse convite lindo. Temos mesmo muito o que refletir sobre um país que criou um regime de segregação totalmente baseado nessa coisa insiginficante que é cor da pele e depois soube acabar com ele de forma tão conciliadora e pacífica. Bom, depois que minha temporada em Angola acabar, devo passar pela África do Sul de verdade, não apenas por quatro horas.

Anúncios

E minha mala ainda não apareceu

28/01/2009

A epopéia continua. Já cheguei há três dias e nada da mala aparecer. Daqui a pouco já vou conhecer os funcionários do aeroporto pelo nome de tanto ir lá.

Bom, eis o que consegui descobrir nessas idas ao aeroporto:

– Parece que um contentor de malas foi esquecido em Johanesburgo. Muitas outras pessoas tb ficaramsem bagagem.

– Um senhor Tuga que veio no meu vôo e perdeu a bagagem já a encontrou.

– Se vc for simpático com os funcionários do aeroporto, eles podem realmente se empenhar em ajudar. Caso contrário, eles farão pouco caso e aí é pior pra vc.

– Duas reclamações minhas foram inseridas no sistema da TAAG. Não sei se isso ajuda em algo, pois não há um sistema integrado que se comunica com os outros aeroportos.

– A South African (fiz metade do voo pela TAAG e metade pela South African) não abre na quarta-feira no aeroporto. É dia de folga. Terei que ir fazer a reclamação formal de perda da bagagem outro dia.

– O site da South African tem uma parte dedicada a ajudar quem perdeu a bagagem. Mas ele não funciona. Digitei o código da minha bagagem e ele não foi localizado.

– Em Angola, Achados e Perdidos se chama Perdidos e Achados. Acho até mais lógico.

– Milhares de malas se perdem diariamente pelo mundo por falta de organização das cias aéreas.

– É horrível ficar sem roupa num outro país e cogitar a possibilidade de ficar sem todas as coisas queridas que a gente compra durante vários anos e pelas quais a gente se apega.

To a sofrer

26/01/2009

To sem mala. Minha bagagem não apareceu. Talvez chegue amanhã, talvez nunca chegue. O setor de perdidos e achados do aeroporto 4 de Fevereiro é assustador: é imenso, tem centenas ou milhares de malas empilhadas em prateleiras velhas que nunca chegaram aos seus destinos. As malas recém-achadas vão prara uma salinha menor, depois de uns dias lá é que vao para aquela gigante. Talvez meus pertences mais queridos fiquem perdidos de mim pra sempre. Mas eu ainda acho que essa mala vai aparecer. Hj à noite chega um outro vôo, amanhã vou lá no aeroporto de novo. Tomara que ela apareça.

To sozinha. Minha casa, que sempre teve cinco moradores, tem um só, que vai pro Brasil amanhã. Ficarei uns dias sozinha nessa casona, bem os primeiros, que são os mais difíceis. Ainda bem que tem V. aqui embaixo, que me fez companhia ontem, e outras pessoas queridas que conheci na primeira temporada.

To com saudade do marido. E da Olga. E de casa. E dos dias incríveis que eu tive com eles todos, sem fazer nada de especial, e que por isso mesmo foram especiais. As coisas pequenas e simples são as mais legais.

E tem a TPM, que sempre aparece nessas horas.