Posts Tagged ‘olga’

A olga e o Bacalhau

28/05/2010

Primeiro a gente tinha outro Bacalhau. Ele era laranja e quase não se mexia. E era verão, então se ele ficasse na sala iria cozinhar com a força do sol que invade a sala. Aí o Bacalhau morreu esmagado pela sua toca. E então veio o Bacalhau II, azul, com uma cauda enrome, nervosinho, poligâmico. Uns dias depois chegaram suas quatro namoradas, que vivem juntas no aquário do vizinho:  a Nata, a Sushi e a Tainha.

Desde então esse tem sido o passatempo preferido da Olga.

Anúncios

Eu to bem, e você?

17/06/2009

Eu não tenho carteira assinada, não tenho Ipod, nem tapete no chão gelado de cimento queimado, nem a mesa legal que compramos juntos. E nem outras coisas mais. E, a partir de hoje, nem som no carro, pois alguém fez o favor de entortar a porta do pobre do corsinha e levar o som, alguns cds e o controle remoto do portão. Mas tudo bem. O mecânico colocou a porta de volta igual médico coloca de volta braço de criança quebrado, assim no tranco, de uma vez.

Eu não tenho essas coisas e tenho pouco dinheiro, mas tenho uns frilas, tenho tempo livre, tenho minha casa de volta, assim meio transformada, tenho uma roomate e tenho a Olga, que dorme em cima de mim. Se bem que ultimamente ela decidiu que quer acordar às 3h da manhã e fica me chamando para acordar com a patinha toda delicada no meu ombro. Aí eu coloco ela pra fora do quarto e fecho a porta, só que às vezes o sono se perde no meio dos pensamentos que acordam. Eu também virei dona do meu tempo e posso ir ao mercado às 11h30, quando só existem velhinhas desocupadas que gastam horas na fila do açougue fazendo um monte de exigências ao pobre do açougueiro, como o tamanho dos pedaços dos cubos, o número de vezes que tem que moer a carne e o tipo de bandeja e de plástico que envolvem a carne, e ficam me dando dicas das marcas que elas gostam, das que são caras e das novidades. Eu continuo indo na terapia e tendo sonhos auto-explicativos. E agora gosto de correr, além de fazer yoga. Também posso viajar durante uma semana inteira.

E a minha amiga C. voltou da China ontem e, além dela, por aqui tem bué de amigos que me divertem sempre e me fazem ter sempre certeza de que ter amigos é umas das coisas mais legais que existem na vida. Quando eu penso isso fico com saudade de um monte de amigos de Angola.

Agora que eu to fazendo todas essas coisas normais que eu acabei de contar, voltei a ter vontade de ler e continuo com vontade de escrever. E, como tenho algum tempo livre, eu escrevo e me divirto com isso.

E agora que eu gosto de escrever e escrevo e gosto de ser dona do meu tempo e sou e gosto de Angola e fui morar lá, parece que só dá mais vontade de ficar fazendo as coisas que eu gosto mesmo, mas gosto de verdade. E as coisas que eu gosto ou foram mudando ou foram ficando mais claras nos últimos tempos. E as que eu não gosto também. Por isso está me dando uma vontade de trabalhar com outras coisas que não sejam as redações, essas que existem por aí e que tanto sugam e envelhecem e emburrecem as pessoas.

Que legal. Acho que estou feliz.

Olga Africana

18/01/2009

olga-africanaNão é só a dona da Olga que adora a África.