Posts Tagged ‘Pequim’

A grande muralha do coração

01/04/2009

muralha

O meu mundo existe através dos meus olhos e do meu coração e por isso no meu mundo eu faço coisas que o resto do mundo pode achar que não faz sentido. No meu mundo fez muito mais sentido sair de Xi’an e voltar direto para a maravilhosa Shenzhen Springfield do que ir lá pra Pequim conhecer as maravilhas da Cidade Proibida, o Ninho de Pássaro, a grande muralha da China e outras coisas incríveis. Pois é. Não faz nenhum sentido, né? Mas pra mim fez todo.

Em Shenzhen eu tenho calor, casa, amigos, cozinha pra fazer altos jantares, um quarto só pra mim e ainda fico fuçando uns lugares que não são nada turísticos, mas que me deixam entender um pouquinho sobre chineses e China de carne e osso.

Em Pequim eu ia passar frio sozinha numa metrópole barulhenta e linda em que tudo e todos estão em outra língua e ainda ia ter que ficar aguentando conversas fiadas com pseudo-mochileiros europeus que acham que conhecer o mundo é pular de albergue em albergue nas cidades que o Lonely Planet recomenda ao redor do mundo, visitar cartões postais lindos e maravilhosos, ir em baladas que só têm outros europeus pseudo-mochileiros e ficar repetindo aquele papo boring que se resume a falar sobre outros cartões postais lindos e maravilhosos já visitados e papagaiar coisas idiotas que o Lonely Planet fala.

Essa muralha não é a grande, mas é grande também e fica em Xi’an. Ela foi construída no tempo de alguma dinastia do passado e cercava a cidade toda. Hoje em dia pode-se alugar uma bike e andar por cima dela. Um passei maravilhoso, delcioso e muito engraçado se vc alugar uma bicileta dupla e ter que pedalar com sua amiga tudo sincronizadinho.

Anúncios

Já desplanejei tudo de novo

28/03/2009

Previsão do tempo em Pequim

Segunda
max 7 graus
min -2
possibilidade de nevar

Terça
max 10 graus
min -2 graus
céu limpo

Possibilidade de eu ir para Pequim sozinha e ficar congelando igual um pinguim: nula

Roteiro de viagem

24/03/2009

Eu acho que voltei a conseguir planejar minha vida para um horizonte maior do que 2 dias. Olhem só que orgulho!

Saio de Shenzen amanhã. Pego o trem até Guangzhou, que é uma cidade gigantesca de onde sai um outro trem que demora 26 horas pra chegar em Xi’an. Xi’an fica no noroeste da China, é uma das cidades mais antigas e culturalmente preservadas do país. Tem o exército de terracotas, templos, coisas histórias e uma montanha bem alta, uma das mais importantes da China. Essa parte eu faço com a C.

Depois ela vai embora porque arrumou um emprego (bem no dia que eu cheguei a mulher ligou, eita). E aí eu vou sozinha conhecer Pequim. Daí não sei mto bem quantos dias eu fico e nem se paro em outra cidade ainda.

No dia 6 ou 7 de abril eu pego um vôo de Hong Kong pra Bangkok, Tailândia. Lá vou encontrar minha irmã, eba! Daremos um giro pela Taildândia, Vietnã e Cambodja.

Ei, Candongueiro, me aguarde: quem sabe até o fim da viagem eu consigo organizar um google maps todo bonitinho?

China in box

11/03/2009

Voltei no massagista chinês que só sabe falar “tila lopa” em português.

Não consegui dizer a ele que poucas vezes na vida me senti tão massacrada por tanta gente ao mesmo tempo e que nunca levei tanta pancada ao mesmo tempo vinda de tantas direções diferentes e que, por isso, o trabalho dele de tentar desestressar meu corpinho com aquela massagem e aquelas agulhas seria difícil.

Não consegui dizer a ele que em breve, muito em breve, estarei lá na China, lá na terra que ele deixou para trás e que sente tanta saudade. Bom, ao menos eu entendi que ele sente saudade quando, da outra vez, ele me disse beijin bom, luanda, no bom.

Eu discordo dele sobre Luanda. Eu acho Luanda bom. Só que, de momento, não está sendo bom. E não é por causa de Luanda em si. As makas são de outra natureza. Beijin ainda não sei se é bom ou no bom. Mas saberei em breve. Estarei loguinho naquelas terras do oriente onde ninguém na rua vai entender nada do que eu digo.